Bianca Bracho -->

Vazio existencial


É tão difícil estar em plena pandemia, ter voltado recentemente de um país que se viveu durante 5 anos, acho que esse tempo todo procurei respostas, quando na verdade nem eu mesma sabia o que estava procurando.
Algumas vezes busquei entender o porquê de algumas decepções, as vezes busquei auto conhecimento e as vezes busquei me isolar na minha bolha, meu mundinho.
Nesse processo percebi um milhão de coisas, como nunca estamos prontos, mesmo quando tudo parece mostrar que você está.
Infelizmente processos de autoconhecimento não tem fim, você sempre vai descobrir que o que mais te complica em tudo isso é a sensação de falta, a sensação de que mesmo depois de conseguir o que se queria, ainda não era suficiente. Sentir falta de algo que não se sabe exatamente o que é dificulta ainda mais as coisas.
Você pensa que o que falta é uma roupa, depois que tem essa roupa, você percebe que aquela sensação foi temporária.
Você pensa que o que te falta é dinheiro, mas também não é suficiente.
Você pensa que te falta um companheiro, mas essa também não é a resolução desse vazio enorme que sente.
Você percebe que quando descobre que se ama a si mesmo, ainda assim... você percebe que vai ter que lutar diariamente por isso. Porque nada é suficiente.
Somos assim, um grande vazio, buscando algo para preencher, quando na verdade deveríamos entender que cada pequena vitória, por menor que seja deve ser celebrada. Não importa que não tenha acontecido como você gostaria, aconteceu.
Não existe uma formula secreta, talvez até mesmo com anos de terapia, remédios psiquiátricos e fazendo um retiro espiritual você ainda não se encontre consigo mesmo...


Porque decidi voltar para o Brasil?

Oi pessoal,

Fazia um tempo que eu nao escrevia nada por aqui, a grande verdade é que ás vezes a rotina e o dia-a-dia nós deixam meio que paralisados e sem tempo para nada.
Eu realmente nunca havia comentado aqui para vocês que eu estava pensando em voltar para São Paulo.
Na verdade foi um processo, assim como quando comecei a escrever aqui.
Eu comecei a sentir que viver em Buenos Aires era fazer demasiado esforço para estar em um lugar que não me fazia mais feliz, que a economia não ajuda e que a solidão ás vezes aparece sem pedir.
Comecei a fazer terapia, comecei a fazer tratamento psiquiatrico para poder conseguir lidar com infinitas coisas que só Buenos Aires trouxe a tona, não sabia ao certo o que fazer, me sentia sem vontade de viver, sem vontade de sair, me senti como se estivesse afundando em mim mesma.
Poxa foi um processo bem difícil, mas eu finalmente entendi que o meu ciclo em Buenos Aires havia acabado e que eu como passarinho em busca de amor, deveria buscar outro lugar.
Claro que voltar implica em uma série de coisas que abordarei em outro texto, mas poxa, chega uma hora que você sente que já conheceu tudo que deveria conhecer naquele lugar e que os seus planos e sonhos merecem outro lugar.
Então comecei a organizar um cronograma com atividades, custos.
Comentei com a minha chefe para verificar se eu poderia trabalhar na mesma empresa porém em São Paulo e por incrível que pareça ela foi super positiva.
A partir de ai, comecei a pensar em quanto precisaria ganhar em São Paulo para manter o estilo de vida que eu venho levando em Buenos Aires, organizei todos os custos médios de aluguel, serviços e possibilidades.
Viajei para São Paulo para ver se realmente era aquilo que eu queria fazer e quando voltei para Buenos Aires, senti no fundo do meu coração que eu deveria dar essa oportunidade para mim, voltar a São Paulo e recomeçar.
Tive novamente uma conversa com a minha chefe e comentei sobre o meu desejo de realmente voltar e ela me apoiou em tudo.
Comecei a vender as minhas coisas e hoje me encontro em menos de um mês para realmente voltar a morar em São Paulo.
Se estou com medo?
MOR-REN-DO!

Continua nos próximos capítulos...

Homens Argentinos


Já viu aquele personagem dos filmes todo galã que chega e te arrebata?


São assim, simpáticos, carismáticos, enigmáticos e quando voce vê, se fudeu!
Porque são as estrelas na terra, dificeis de entender e que no final vão acabar desaparecendo e voltando a aparecer do nada.
Você vai achar que foi algo que você fez, mas na verdade eles são assim!

Eles passam sinais erronêos e confusos. Não é porque te levou para um lugar super legal e pagou tudo que ele quer algo sério. Ou que ele te tratou como uma princesa que ele quer algo.

Quanto mais você ficar em cima, mais eles desaparecem.

Geralmente eles são assim com todas, então, antes de se jogar em uma história de amor que não é de verdade, espere e dê tempo ao tempo.

Você tem que aprender o lance do jogo, sabe como os animais? A dança do acasalamento? É tipo isso, quero mas nao quero, vou e nao vou….



Alguns te escreveram na segunda-feira à noite para te ver, porque obvio que ele tava afim de transar com alguém e lembrou que você existia.
Você vai conhecer os que vão te escrever de madrugada, também apenas para transar.
Vão existir os que planejam algo com você, para se ver no final de semana.
Você poderá encontrar os que te escrevem 24 horas por dia.
Você vai encontrar os que quase nunca falam sobre eles.
Você vai encontrar os que são mega insistentes. 
Você vai encontrar os que te idealizam.

Ah e também se prepare para as principais perguntas que eles vão fazer assim que souberem que você não é argentina: 

  • Voce mora sozinha?
  • Veio para estudar?
  • Gosta de morar aquí?

Ja te digo, a primeira pregunta é porque eles querem saber se no caso de transar podem ir na sua casa.
O objetivo sempre é...Transar. 


E voce vai ter que aprender a ser resiliente e pensar que o problema nao é voce. 
Ou uma hora chega um que fique na sua vida e nao se assuste por qualquer coisa. 

Beijao!



Dicas profissionais de Ouro 2


Olá pessoal,

Aproveitando que estou dando umas dicas decidi compartilhar uma pequena lista com algumas dicas profissionais que podem te ajudar a alavancar a sua carreira e também para saber até onde vale a pena investir.

1)Idiomas: Ainda que você more no Brasil e não tenha que falar, grande parte das empresas pedem profissionais com conhecimento em algum idioma. Infelizmente para poder crescer profissionalmente não tem outra opção, você precisará aprender.
Muitas empresas além de pedir idiomas, pagam mais por profissionais que saibam outros idiomas além do português. 


Invista de verdade, mesmo que demore!
Não adianta nada ter estudado na melhor faculdade, ter tido experiências profissionais interessantes, se você não souber falar outro idioma, até porque muitas multinacionais estão no Brasil e se você quiser aquela promoção que tanto sonha, podem justificar que ainda não fizeram porque você não sabe falar inglês por exemplo.

2)Invista nos estudos: nunca você saberá tudo e você pode escolher dois caminhos. Ser especialista em um assunto ou saber muitas coisas que podem te ajudar na área que você trabalha. Por exemplo, se você trabalha na área de Recrutamento e seleção, você pode estudar sobre negócios, marketing. Esses conhecimentos poderão te ajudar a dar maior visibilidade do negócio para os candidatos e também tornar as vagas da sua empresa mais atrativas.



3)Se não souber o que estudar, invista em um intercambio. Tome o seu tempo, não é porque fulano começou a fazer faculdade aos 17 anos que você também deverá fazer o mesmo. Na dúvida, escolha fazer intercambio, isso abrirá sua visão e poderá te dar algumas opções interessantes.



4)Se adapte. Desenvolva características que permitam a sua adaptação a cenários diferentes. Vai por mim, é uma característica que com o tempo é muito valorizada e te permite ir de uma ponta a outra sem grandes dificuldades.

5)Faça o que ama, se você não tem vontade de acordar porque só de pensar em sair de casa te faz mal, então procure ajuda, procure algo que te faça querer sair todos os dias e que encha o seu coração de alegria. Trabalhar nunca será fácil, mas se você gostar do que faz, sempre terá bons motivos para continuar tentando. E se não souber o que gosta de fazer, tenha paciência, é normal ficar em dúvida.


6)Networking: amo essa expressão, não é porque você tem um trabalho que gosta que tem que se fechar, conheça profissionais que fazem o mesmo que você, porém em empresas diferentes, participe de reuniões, cafés da manhã para ampliar a sua rede de contatos.



7)Não se compare: não é porque Maria passou de estagiaria a gerente que você também passará pelo mesmo. Todos nós temos tempos diferentes, trabalhamos em empresas diferentes, aprendemos diferente. Temos nosso próprio tempo, então não adianta ficar se comparando, faça o melhor que puder e siga o seu caminho, sem medo!


Então é isso pessoal!
Beijos



Dicas Profissionais de Ouro


Você está procurando trabalho?

Vamos lá, a titia vai te dar umas dicas de ouro e que podem te ajudar muito!

Como muitos sabem trabalho com recrutamento e seleção, recebo milhões de currículos por dia e bom, decidi fazer a minha contribuição.

Podem parecer dicas bobas, mas pode ter certeza que usando bem essas dicas, muitas coisas podem ser diferentes.


1)Leia toda a vaga antes de se candidar:

Se a vaga estiver falando que você precisa ter tido experiência como Gerente de Produtos para empresas de cuidados veterinários e você não possuir experiência, não se candidate!

Esse negócio de se candidatar em todas as vagas porque está desempregado e precisando de trabalho, não cola, nunca colou e não vai colar!

Então leia atentamente o perfil da vaga e só se candidate se realmente tiver o perfil.


2) Currículo:
  •     Currículo de 5 folhas não rola, resuma bem suas experiências, procure colocar a informação necessária sem perder o foco.
  • Idiomas só consideramos os que você realmente conseguir se comunicar, inglês básico, é a mesma coisa que nada. Infelizmente é só encher linguiça com algo que você não sabe. Porque se pedirem uma entrevista em inglês e você colocar intermediário, vão querer que você consiga se comunicar com o nível informado.
  • Descreva as suas responsabilidades nos cargos exercidos, currículo so com o nome da posição não serve, queremos ter uma ideia pelo menos do que você fazia.
  • Sempre inclua as datas aproximadas de cada experiencia profissional, senão quem está lendo não sabe quanto tempo você permaneceu nesse trabalho.
  • Cursos que não agreguem no seu perfil profissional, não devem ser mencionados no currículo, se você quiser, na entrevista pode contar, mas no currículo, menos é mais!



3) Não minta, saiba se vender:
Sim, muitas pessoas acabam inventando e contando histórias na hora da entrevista, venda o seu peixe sem se comprometer, porque afinal o mundo não é tão grande assim e mentira tem perna curta, alguém que trabalhou com você, conhece fulano que conhece beltrano.



4) LinkedIn:
Use uma foto profissional ou que seja descolada sem parecer vulgar ou inapropriada, afinal é uma rede social voltada ao ambiente profissional.
Sempre atualize, atualmente diversas empresas utilizam apenas o LinkedIn como recurso para encontrar o candidato perfeito para a vaga ou para divulgar vagas.

Por hoje é só!

Beijos




Córdoba sua linda!


Oi meus bens,
A pedidos decidi escrever um pequeno relato sobre a minha viagem a Córdoba.
Procurando informações sobre, acabei me encantando e decidindo ir para uma cidade que está dentro do Estado Córdoba na Argentina que se chama Villa Carlos Paz.
Quando decidi viajar, a minha ideia era fugir um pouco das cidades grandes e poder estar em uma cidade com estrutura, mas rodeada pela natureza.
Villa Carlos Paz é um dos pontos turísticos mais balados de Córdoba, recebendo turistas o ano todo.
Fui de ônibus para economizar um pouco e aproveitar para dormir uma noite e economizar.
Deixo aqui a página que você poderá encontrar as passagens para o seu destino dentro e fora da Argentina: www.plataforma10.com.ar/

Comprei a passagem de ida pela Buses Lep ($1050,00) pesos, é bem confortável, mas não dão nada durante a viagem, por isso, leve algo para comer durante a viagem e leve algo para beber.
Geralmente os ônibus saem a partir das 20h00 da noite e chegam em Córdoba por volta das 8h00;

Reservei hospedagem pelo Booking.com (minha página preferida).
Decidi reservar o hostel que se chama: El ciervo de oro.
Vou deixar o link também, confesso que o grande diferencial é a vista para o lago e que tem piscina.
Não é o mais barato da região, mas valeu muito a pena ter ficado lá.
http://www.elciervodeoro.com/

A minha passagem de volta comprei da empresa El Practico, paguei um pouco mais caro do que a ida ($1850,00), porque era o único que tinha o retorno no horário que eu queria e servem comida, bebida e é superconfortável.

Sobre a cidade, achei maravilhosa, fechei algumas excursões para poder conhecer tudo que queria, só tenho uma sugestão nesse ponto, se você vai sozinh@, é melhor fazer por conta própria os passeios, porque eu me senti muito sozinha nos passeios já que o pessoal que foi comigo estava com namorados e familiares.

Paguei $550,00 pesos para conhecer a Capilla del Monte (passeio de meio dia), incluindo apenas o transporte. Nesse passeio conheci vários lugares e pude ir a um parque que se chama El Descanso, nele você encontrará esculturas, jardins lindos e um labirinto.

Na excursão de Mina Clavero paguei $750,00 pesos e começava as 8h e terminou as 20h. Me senti muito sozinha, mas se você vai em grupo, vale a pena.

Todas as agencias tem o mesmo preço o que difere são alguns pontos que param e se incluem ou não comida.

A vantagem de viajar e ficar em um Hostel é que você pode conhecer muita gente e fazer passeios alternativos. E a sua viagem não será tão solitária.

Uma percepção minha com relação a Villa Carlos Paz, é que os turistas são quase todos da Argentina, só conheci um Francês que foi para lá, os demais eram todos argentinos.

Passei 4 dias em Villa Carlos Paz e se você tiver mais dias, pode ir sem medo, porque tem muita coisa legal para conhecer, podendo até aproveitar para conhecer outros povoados próximo.

 Qualquer dúvida, é só me escrever!

Beijos

Mercado de Trabalho em Buenos Aires


Ao longo dos meus quase 4 anos morando em Buenos Aires, decidi montar aqui um pequeno texto contando sobre como é o mercado, as possibilidades e algumas sugestões.
Buenos Aires é uma cidade que possui muitos centros de serviço que prestam serviço a outros países, assim como China, Índia e Bucareste. A mão de obra qualificada aqui é mais barata do que em outros países, então diversas empresas grandes colocam uma sede aqui em Buenos Aires e terceirizam seus serviços para outros países.
Os centros de serviços são tão grandes e bem qualificados que conseguem atender países com culturas e fuso horário completamente diferente. 
Por exemplo, em um projeto que trabalhei em uma grande empresa focada em Outsourcing e Tecnologia, a minha equipe fazia o recrutamento e seleção de candidatos online para países como Alemanha, França, Itália, Brasil, Espanha, Londres...


E como nós prestávamos serviço para esses países?
Eles contratam pessoas de diferentes países e que moram aqui em Buenos Aires e realizávamos nossas atividades nos idiomas correspondentes a cada país, personalizando os serviços e dando suporte daqui de Buenos Aires, como se estivéssemos no país que o candidato estava.
Sabe os call centers? Muitas vezes você liga pensando que a mocinha que te atendeu da Claro está em São Paulo, quando na verdade está em um centro de serviço na China por exemplo.
Então, o mercado de trabalho em Buenos Aires é excelente para estrangeiros que possuem documentação, pois você consegue emprego rapidamente e pode trabalhar para empresas grandes e conhecidas mundialmente.
Talvez conseguir o primeiro emprego nem sempre seja supersimples, mas um bom networking ou conhecer pessoas pode te abrir portas. Na Argentina saber falar outros idiomas além de te conseguir um emprego legal, você não necessariamente precisa ter muita experiencia na área que vai trabalhar ou uma formação. O grande diferencial são os idiomas, quanto mais melhor, pois algumas empresas definem os salários com base nos idiomas que você falar.
Se precisar de uma ajuda, ou até mesmo alguém para ver seu currículo, me avisa!
Beijos


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *