Bianca Bracho -->

Um pouco sobre Palermo


Dando sequência aos textos sobre os principais bairros de Buenos Aires, ai vai mais um!


Palermo é o maior bairro de Buenos Aires, esta delimitado pelos seguintes bairros: Belgrano, Almagro, Recoleta, Villa Crespo e Colegiales. Esta subdividido em Palermo Chico, Palermo Soho, Palermo Hollywood, Palermo Viejo, Las Cañitas. É um bairro conhecido, pelos bares e baladas mais badalados de Buenos Aires e pelos lindos parques que contemplam a região.

História
A terra foi comprada por um italiano imigrante chamado “Juan Domingo Palermo”, no final do século XVI, logo após a fundação de Buenos Aires em 1580. Posteriormente Juan Manuel de Rosas, um político conservador, construiu uma residência de campo na área, que após sua queda do poder foi confiscada.

A região cresceu rapidamente durante o século XIX, quando foram construídos o Jardim Zoológico e o Parque três de febrero, em 1874, com o presidente Domingo Faustino Sarmiento. Durante o século XX o bairro ganhou outros pontos turísticos como o Jardim Botânico, Jardim Japonês e o Planetário Galileo Galilei.
O bairro Palermo possui pequenas divisões:

·         Palermo Chico: é a área mais nobre, você encontrará mansões, residências de alto padrão e é habitado por pessoas com alto poder aquisitivo;
·         Palermo Viejo: é a área mais antiga do bairro, onde viveram personagens muito importantes da história argentina como Jorge Luis Borges e Che Guevara. Foi uma área residencial popular e abrigou muitos imigrantes. Você poderá notar que as tradições espanholas e italianas estão presentes nos restaurantes, igrejas, escolas e centros culturais;
·         Palermo Soho: esta localizada próximo a Plaza Serrano e abriga escritórios, lojas de moda e design, restaurantes, bares e cultura de rua;
·         Palermo Hollywood: é uma área com uma grande quantidade de produtoras de TV, rádio e cinema. É bem conhecido também pela grande quantidade de restaurantes, baladas, cafés e vida noturna;
·         Las cañitas: no século XX era uma região com muitos cortiços, que passou por uma reciclagem e se tornou uma área de luxo, com restaurantes, bares, edifícios novos.

Comer e Beber:
Você encontrará diversos restaurantes e bares referencia em Buenos Aires. Durante o dia você poderá encontrar excelentes opções na Plaza Armenia e durante a noite na Plaza Serrano. A diversidade nos menus e opções são infinitas. Além dos bares e restaurantes, você também poderá encontrar diversas cafeterias.

Recomendável:
·         Se você for para alguma balada, o horário que costumam abrir geralmente são ás 2h00 am;
·         Use protetor solar;

 Beijos







Um pouco sobre La Boca


Olá Pessoal,

Aos poucos vou voltando a escrever sobre o que vocês mais gostam hehehe
Então os próximos textos estarão centrados nos principais pontos turisticos e algumas dúvidas. Se vocês quiserem algum ponto específico e que eu não tenha mencionado, me avisem!


Um pouco sobre a história:
O Bairro inicialmente foi habitado por imigrantes italianos que construiram cortiços na região e utilizavam restos de tintas que estavam nos barcos para pintar suas casas e por isso o colorido no Caminito. A arquitetura do bairro é  peculiar, em sua maioria as casas são de madeira, chapa e as varandas são de ferro.
Recebe esse nome por ser um local onde as águas desembocam no rio de la plata. 
Durante muitos anos o porto localizado em La Boca foi o porto natural de Buenos Aires, porém devido a pouca profundidade das águas, os bancos de areia e entre outros fatores impulsionaram a mudança do porto para o a zona norte da cidade.
A região onde esta localizado o bairro antes era uma zona hostil, pantanosa e sofria muitas inundações, porém no final do século XIX imigrantes começaram a se instalar nessa região e deram vida aos poucos ao bairro, com o tempo outros imigrantes também decidiram se incorporar como espanhois, gregos, alemães, etc.
O bairro se caracterizou por ser um bairro de habitantes divertidos, barulhentos e melancólicos. Utilizavam até um dialeto próprio como se estivessem em sua própria terra. Grande parte dos moradores eram trabalhadores e solidários, estabeleceram diversas instituições de apoio comunitário, escreviam jornais e fundaram clubes esportivos e culturais. Nesse bairro nasceram muitos cantores, músicos, poetas e artistas plásticos.
Além disso, os dois principais times do país se originaram nesse bairro Boca e River Plate. O time River Plate posteriormente foi transferido para a área nobre da cidade.


Sugestão de lugares que você pode visitar:
  • Estadio La Bombonera, você poderá visitar o Museo de la Pasión Boquense e até mesmo visitar o estádio.
  • Caminito
  • Museo Benito Quinquela Martín
  • Fundação Proa
  • Usina del Arte


Comer e Beber:


  • El Obrero: era um boteco, como aqueles que vemos no Brasil a cada esquina e que seu objetivo era atingir a massa trabalhadora ou para as pessoas que queriam ver um jogo. Foi inaugurado por dois irmaos em 1954. Atualmente El Obrero é o restaurante que os famosos escolhem quando querem comer o autentico churrasco argentino. 
Endereço: Calle Caffarena,64
Horário de funcionamento:  segunda a sábado de 12:00 ás 22:00



Recomendações:
·         Nao visite o bairro á noite
·         Evite caminhar pelas ruas não turisticas do bairro, somente se você estiver com alguém que conheça o bairro

Então é isso!
Beijos


5 Passeios incríveis em Buenos Aires

Fazia um tempo que não escrevia sobre passeios por aqui e decidi dar uma atualizada, já que muita gente me pergunta sobre alguns pontos turísticos.

Essa listinha vai ser muito útil pra você que quer fazer alguns passeios mais alternativos e não tão turísticos.

1. Cementério Chacarita, ah gente começo por esse lugar, porque foi um dos que mais gostei de conhecer, a história argentina quase inteira em um único lugar, parece meio mórbido, mas se nesse cemitério você conhecerá muito sobre a história argentina, sobre os personagens históricos e entenderá muito sobre o país.
Vou deixar o link do meu canal com o vídeo que fiz lá: https://www.youtube.com/watch?v=0eQ4FPO2kXA

2. Feria Plaza Serrano, pra você que quer conhecer uma feirinha não tão turística, mas que tem de tudo um pouco, corre lá hahaa é uma feira que rola aos domingos. O mais legal dessa feirinha é que ela acontece no meio da praça e nos bares e restaurantes que estão em volta da praça, é bem legal o conceito, porque se você for qualquer outro dia nessa praça encontrará a vida noturna de Buenos Aires, mas no domingo artesanatos e roupas. Vale a pena conhecer!

Link do vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=RCUaTQ9NVj8&list=PLCFwp2enhW5RA9rtqB2qF99RbyHnDl7qE&index=19

3. La Usina del Arte, localizada no bairro de La Boca, é um espaço de eventos culturais, além de ter uma arquitetura incrível, pode te render ótimas fotos e até ver algumas das exposições da Usina.

Link de uma das exposições que fui: https://www.youtube.com/watch?v=JB-DSDyg2wI&index=2&list=PLCFwp2enhW5RA9rtqB2qF99RbyHnDl7qE

4. Uptown BA: Já ouviu falar de bares secretos? Em Buenos Aires você encontrará uma porção deles espalhados por Buenos Aires, mas agora vou contar um pouco sobre o Uptown que no meu ponto de vista é um dos melhores. Esse bar secreto recria uma estação de metro dos EUA, para entrar você tem que entrar em uma estação de metro (subte), passar por umas catracas, entrar em um vagão de trem e tcharammmmm....chegará nesse lugar incrível. Te recomendo ir no começo da semana e tipo as 20 ou 21h00, pois tem muita procura e pode ser que você não consiga entrar. O menu contempla diversos tipos de comida, como comida chinesa, comida italiana, comida argentina e alguns pratos típicos dos EUA. Os drinks também são incríveis!

5. Rush BA: O maior parque de camas elásticas da America Latina, localizado no município de Pilar, a 1h30 de Buenos Aires, com fácil acesso. É um lugar super bacana e ideal para todas as idades. Os ingressos em Novembro/2018 estão 300, 00 pesos (1 hora)  + 70,00 pesos (meia obrigatória).  Vai por mim, uma hora é tempo suficiente para pular nas camas elásticas, além das camas, você encontrará diversos jogos interativos e super legais.

Link do vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=-W9J2s8fZRU


Gostou desse texto?
Comenta aqui embaixo, para que eu possa continuar criando conteúdos pra vocês!

Beijos

Desabafos de uma estrangeira

Há 3 anos decidi reiniciar algumas coisas na minha vida e nunca pensei o quanto esse processo seria tão importante na minha vida, na minha inocência eu achei que estar em outro lugar me permitiria recomeçar sem amarras, realmente começar do 0, sem julgamentos, sem problemas.
Me permiti viver desde coisas holísticas até experiências completamente diferente das que eu vivi em São Paulo, mas não sabia que tudo isso seria de tamanha grandiosidade na minha vida. 
Muitos quando se mudam, pensam que a vida será só festa, reuniões com os novos amigos, presentes nas festas especiais, talvez se apaixonar e se relacionar com algum "gringo", afinal, nós brasileiros nomeamos gringos qualquer pessoa de outro país hehhehe 
Na verdade todas essas expectativas de alguma forma acontecem, mas você acaba entrando em um mundo completamente diferente do que você planejou, você poderá adoecer e precisar ir sozinho no hospital ou passar por alguma situação bem ruim e terá que resolver sozinho...Estou escrevendo e fazendo uma retrospectiva de tudo que vivi, me lembro a primeira vez que fiz um exame complexo aqui e me senti muito mal por ter ido sozinha e não ter ninguém para me esperar na sala de espera, na real, eu também não chamei ninguém para me acompanhar, mas confesso que foi muito triste isso, ou de ter tido um dia super difícil e chegar em casa e saber que não vai ter ninguém e dizer "ui tive um dia complicado". 
Aprendi até mesmo que os meus próprios compatriotas nesse caminho e processo de adaptação se esqueceram até da empatia, de cuidar dos "nossos", já me deparei com tantas situações que mesmo não estando sozinha, me senti sozinha e tendo que me virar. No começo eu abria meu coração e portas da minha casa e recebia a todos que precisavam, mas com o tempo, aprendi que precisava fechar a porta ás vezes, que precisava vivenciar a solidão, porque isso me faria ser mais forte no futuro.
Quando se viaja se tem uma experiência completamente diferente de se viver em determinado local, você passa a ver os demais de forma diferente, desde outra perspectiva, é como se você ampliasse sua visão e conseguisse notar coisas completamente diferentes. 


Por exemplo, perceber que em Buenos Aires existe uma certa melancolia no ar, que as pessoas costumam expressar expressões faciais e corporais com maior frequência que as pessoas que eu observava em São Paulo, sobre como as pessoas não curtem muito a claridade e deixam as janelas fechadas durante os dias, até mesmo os dia de sol, sobre como a falta de luz nas casas, por não entrar sol, influencia no humor das pessoas. Percebi que eles costumam reclamar demais e até mesmo depois de um tempo aqui senti que eu também me tornei uma pessoa assim, que reclama, reclama dos aumentos, da frieza, do cheiro do subte (metro), das pessoas andarem com os celulares na mão e te trombam porque estão desatentas, ou de sentir um certo medo ao caminhar pelas ruas.
Na verdade nesse tempo, comecei a pensar em muitas coisas com das quais eu nem pensava e nem acreditava que poderia passar na minha cabeça.
Viver em Buenos Aires é muito bom, aprendi a viver e ter uma qualidade de vida muito melhor do que a que eu tinha em São Paulo, de poder sei lá, ir caminhando até o trabalho, mesmo que isso signifique caminhar 28 quadras, ou de durante o trabalho, parar para tomar um chá e conversar um pouco com a pessoa do lado. Aprendi que se pode sair outros dias na semana e não somente nos finais de semana.
A vida vai te apresentando novas opções todos os dias aqui de coisas que eu jamais poderia ter vivido se continuasse na bolha que eu vivia em São Paulo, mas ao mesmo tempo, fico pensando se ter vindo para cá foi a melhor opção, se pagar para viver literalmente aqui vale a pena, se vale a pena não conseguir juntar um real, porque o peso esta muito desvalorizado e o que se ganha se gasta...eu achava que era conversa para boi dormir, mas é verdade...é bem difícil conseguir comprar algo como um carro, casa ou até mesmo aquela roupa do shopping.
Ultimamente tenho pensado muito sobre o que quero no futuro e eu não sei se continuar aqui será a melhor opção, não vejo futuro viver em um lugar que não posso projetar. 
Tenho aproveitado tudo que posso e que o país me oferece, no começo do ano fiz uma viagem para conhecer todo o sul da argentina, pude ver coisas que meus olhos jamais pensaram ver, consegui iniciar meus estudos em uma área completamente diferente da que eu havia estudado em São Paulo e pagando 1/5 do que eu pagaria em São Paulo, comecei a aprender um novo idioma que eu nem sei se em São Paulo teria a oportunidade....
É bem controverso tudo isso, ter oportunidades únicas e ao mesmo tempo se sentir estagnado.
Vale a pena repensar sempre sobre em que rumo nossas vidas vão tomando com o tempo e sobre onde queremos chegar. 
Nem sempre é tão simples ou tão fácil...


Você sabe vender o seu peixe?

Olá meus queridos,

Você já ouviu falar sobre Marketing Pessoal esse termo que esta sendo utilizado por muitas pessoas?

O Marketing pessoal, nada mais é do que estrategias de venda da sua própria imagem, dirigidas a ter uma melhor projeção na vida pessoal e profissional. Observa o ser humano desde sua aparência física, personalidade, metas, relações, seu dia-a-dia.



E como funciona?
Se define um plano de marketing com os objetivos que se quer alcançar, ressaltando suas características mais positivas e trabalhando com alguns aspectos a melhorar.

Todos nós temos uma:
- Marca: Bianca Bracho
- Embalagem: Sua vestimenta
- Slogan: a mensagem que você envia aos demais x a imagem que os demais tem sobre você.

Os 10 mandamentos do Marketing Pessoal são:

1) Liderança
2) Confiança
3) Visão
4) Espirito de equipe
5) Maturidade
6) Integridade
7) Visibilidade
8) Empatia
9) Otimismo
10) Paciencia

Vale a pena também pensar nos seguintes itens para poder elaborar um bom plano de Marketing Pessoal:
- Valores: principios éticos y morales
- Visión: perspectiva, donde queres llegar?
- Misión: propósito de vida (quien queres ser?)
- Fortalezas y Debilidades: características del mercado que mas se adecuan a ti.

Se você gostou desse texto, comente aqui!

Assim posso preparar mais materiais para vocês!

Beijos Beijos


Perfil Estrellas Fugaces o Ghosting



Decidí escribir nuevamente sobre algo muy personal, algo que pude analizar en casi 3 años viviendo acá en Argentina y que nunca me había dado cuenta que había un perfil que lo denominaría como estrellas fugaces. No estoy haciendo referencia solamente a los nativos de Argentina, si no que pude percibir ese perfil acá. Seguramente debe haber otras miles de personas con el mismo perfil repartidos por el mundo.
De que se trata ese perfil?
Es un perfil de personas que pasan tan rápidamente en nuestra vida que a veces no sabes si era de verdad o mentira, si era una ilusión o una realidad. Alguien que aparece y con la misma fuerza desaparece.
Un muy buen amigo me compartió que existe un término en inglés que sería Ghosting que significa lo siguiente: cuando alguien se hace el fantasma.
Conoces a alguien, tienes varias citas, todo parece ir bien y de repente silencio. Sin breve aviso, la persona desaparece!
Ya te pasó de conocer a alguna estrella fugaz o Ghosting?
A mi si, inúmeras veces.
Las personas que suelen actuar de esa manera la utilizan para decirte de alguna manera que no sos lo que buscan y que para no tener que decirte nada, desaparecen para que en algún momento cuando ya no tengan otras fichas puedan volver como si nada y créeme siempre vuelven!
No te ilusiones, vuelven pero puede ser que desaparezcan nuevamente…
No tomes a mal, simplemente no des más oportunidades, porque vos mereces a alguien que tengan los huevos para decirte sea lo que sea. Para decirte que la verdad es tan tonto que no puede ver la persona que sos o que simplemente no está interesado.

Deseo un mundo mejor, un mundo donde las personas sean verdaderas y menos vuelteras…porque de verdad? Es muy feo actuar de esa manera, seamos más verdaderos, más humanos, más sinceros, menos egoístas!



Me paso con un boludo - Part 1

Talvez vos estes leyendo ese texto y te preguntes "De quien estas hablando?" y te voy a contestar esa pregunta...ese texto escribi para vos!
Creo que a todas nosotras ya nos pasó de que un día conocemos a alguien y en el otro día parece que no conociamos más.
No escribiré histórias de amor, voy a escribir situaciones por las cuales yo o alguna amiga pasamos y que talvez vos...o outro boludo se identifique.
Ese primer texto va a ser un resumen de todo lo que a nosotras nos pasa con el tipo de hombre que sos vos, de ese tipo de hombre que aparece, muestra interes y del un día para el otro desaparece como una estrella fugaz.
Si una estrella fugaz, porque ni siquiera te distes el trabajo de escribir y decir la verdad, la verdad por la cual te alejaste y me hiciste pensar en tantas cosas, me hiciste sentir un nada, pasó un mes y entendi de manera bien triste que el motivo que desapareciste fue que conociste a alguien y te pusiste en pareja, si en pareja!
Lo nuestro fue medio raro, ya venia de situaciones parecidas y cuando te conoci, pensé..."porque no dar una oportunidad?"...llegaste de repente...veniste a mi lado y me dijiste una frase "Sos la chica mas linda de ese bar", yo como ya venia de tantas desiluciones dije gracias y segui bailando como si nada. Vos no contento me pidio mi numero de telefono y te conteste diciendo agregame al instagram...yo la verdad es que ya estaba tan cansada de las mismas historias que pareci super fria cuando en verdad solamente queria que esa frase fuese verdad.
Pasó un día y me escribiste en instagram, empezamos a hablar y cordinamos una cita.
Yo la verdad que siempre que tengo una cita me pongo medio como que sin ganas y pensando en algo para que no suceda esa salida, ya que siempre no funciona...porque dar una oportunidad mas?
Entonces puse una ropa linda, me arregle...y fui donde me dijiste que estarias...llegaste un poco despues pero igual...te espere jajajajaj como una buena tonta, que deberia entender que era una señal para que no te diera más oportunidades.
Cuando llegaste no se...empezamos a hablar...un tema y despues otro, como si te conociera de antes, hablamos toda la noche, tomamos unas cervezas y me preguntaste que me parecian los argentinos y te fui sincera...dije que me parecen lindos, pero al final siempre desaparecen...y me dijiste al final de ese tema que ni todos son así. Seguimos en el bar, tomamos unas birras, bailamos y despues terminamos en tu casa tocando la guitarra y cantando algo medio sin sentido.
En el día siguiente me escribiste invitando para ir a lo de tu papa y yo me quede chocha, ya que nunca me habian invitado para algo así. Fuimos, pareciamos una pareja, caminabamos de la mano, yo con toda mi alegria de niña soñadora y vos simplemente me acompañabas. Tuvimos una linda cena con tu família, ellos me preguntaron de mi, de lo que me gustaba, me contaron historias tuyas de cuando niño, despues fuimos a dormir juntos, como cualquier otra pareja.
Empezamos a vernos con una cierta frecuencia y mi soledad que en ese momento gritaba tan fuerte....lo unico que podia pensar era que porque no? porque no...podria ser tu que me sacaria de mi soledad?
Como todo cuento, tenia un viaje planeado y obviamente segui con mi viaje, pasé 18 días afuera...ya no me escribias más como antes y bueno...pensé...talvez sea porque quiere que yo disfrute de mis vacaciones y la verdad lo hice...entendí que lo que yo quería en realidad era recibir un mensaje tuyo tan cálido como lo haciamos cuando estabamos juntos...pero no...
Cuando volvi nos seguimos viendo y un día te escribi algo que sentia, porque empezaron tus escusas idiotas para que no salieramos, yo...no entendi nada, lo unico que sabia era que si estabas poniendo tantas escusas era porque por ahí ya no estabas interesado en mi...en la última vez me dijiste que tu papa estaba enfermo y que no podríamos vernos...
En ese momento lagrimas salieron de mis ojos y no podia entender porque estaba sucediendo esto...tu papa no estaba enfermo, vos que no querias verme.
Pasaron algunos días y decidi preguntarte...nunca más recibi un puto mensaje tuyo. Me quede triste, sin color, pensando..."Que hice?"...porque estabas haciendo eso conmigo?
Un mes despues veo en tu facebook que pusiste que estabas en pareja con otra chica y yo me senti una mierda!
La verdad es que agradezco hoy por no haber seguido en algo que yo sabia que en algun momento podría acabar, pero porque no fuiste sincero? porque me ilusionaste? porque me pintaste parajitos en el aire, para despues tratarme como si no merecieras un mensaje tuyo diciendo que era lo que realmente estaba sucediendo?
A lo que voy es que si las personas fueran sinceras y verdaderas...nadie saldría dolido.
Hoy entiendo que por algo no funcionó, pero en el momento que me clavaste el visto y nunca mas me contestaste...pense en infinitas cosas...lloré...no por vos, si no que por mi que nuevamente cai en las garras de una persona que no valia un centavo.
Me paso con un boludo!
La primera historia de muchas otras que me gustaria contarles, no porque me quiero vitimizar, si no porque quiero que otras personas que ya se sintieron como yo...puedan entender que no pasa solamente contigo...pasó conmigo y puede ser que siga pasando.
Un beso

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *