Bianca Bracho -->

Você sabe vender o seu peixe?

Olá meus queridos,

Você já ouviu falar sobre Marketing Pessoal esse termo que esta sendo utilizado por muitas pessoas?

O Marketing pessoal, nada mais é do que estrategias de venda da sua própria imagem, dirigidas a ter uma melhor projeção na vida pessoal e profissional. Observa o ser humano desde sua aparência física, personalidade, metas, relações, seu dia-a-dia.



E como funciona?
Se define um plano de marketing com os objetivos que se quer alcançar, ressaltando suas características mais positivas e trabalhando com alguns aspectos a melhorar.

Todos nós temos uma:
- Marca: Bianca Bracho
- Embalagem: Sua vestimenta
- Slogan: a mensagem que você envia aos demais x a imagem que os demais tem sobre você.

Os 10 mandamentos do Marketing Pessoal são:

1) Liderança
2) Confiança
3) Visão
4) Espirito de equipe
5) Maturidade
6) Integridade
7) Visibilidade
8) Empatia
9) Otimismo
10) Paciencia

Vale a pena também pensar nos seguintes itens para poder elaborar um bom plano de Marketing Pessoal:
- Valores: principios éticos y morales
- Visión: perspectiva, donde queres llegar?
- Misión: propósito de vida (quien queres ser?)
- Fortalezas y Debilidades: características del mercado que mas se adecuan a ti.

Se você gostou desse texto, comente aqui!

Assim posso preparar mais materiais para vocês!

Beijos Beijos


Perfil Estrellas Fugaces o Ghosting



Decidí escribir nuevamente sobre algo muy personal, algo que pude analizar en casi 3 años viviendo acá en Argentina y que nunca me había dado cuenta que había un perfil que lo denominaría como estrellas fugaces. No estoy haciendo referencia solamente a los nativos de Argentina, si no que pude percibir ese perfil acá. Seguramente debe haber otras miles de personas con el mismo perfil repartidos por el mundo.
De que se trata ese perfil?
Es un perfil de personas que pasan tan rápidamente en nuestra vida que a veces no sabes si era de verdad o mentira, si era una ilusión o una realidad. Alguien que aparece y con la misma fuerza desaparece.
Un muy buen amigo me compartió que existe un término en inglés que sería Ghosting que significa lo siguiente: cuando alguien se hace el fantasma.
Conoces a alguien, tienes varias citas, todo parece ir bien y de repente silencio. Sin breve aviso, la persona desaparece!
Ya te pasó de conocer a alguna estrella fugaz o Ghosting?
A mi si, inúmeras veces.
Las personas que suelen actuar de esa manera la utilizan para decirte de alguna manera que no sos lo que buscan y que para no tener que decirte nada, desaparecen para que en algún momento cuando ya no tengan otras fichas puedan volver como si nada y créeme siempre vuelven!
No te ilusiones, vuelven pero puede ser que desaparezcan nuevamente…
No tomes a mal, simplemente no des más oportunidades, porque vos mereces a alguien que tengan los huevos para decirte sea lo que sea. Para decirte que la verdad es tan tonto que no puede ver la persona que sos o que simplemente no está interesado.

Deseo un mundo mejor, un mundo donde las personas sean verdaderas y menos vuelteras…porque de verdad? Es muy feo actuar de esa manera, seamos más verdaderos, más humanos, más sinceros, menos egoístas!



Me paso con un boludo - Part 1

Talvez vos estes leyendo ese texto y te preguntes "De quien estas hablando?" y te voy a contestar esa pregunta...ese texto escribi para vos!
Creo que a todas nosotras ya nos pasó de que un día conocemos a alguien y en el otro día parece que no conociamos más.
No escribiré histórias de amor, voy a escribir situaciones por las cuales yo o alguna amiga pasamos y que talvez vos...o outro boludo se identifique.
Ese primer texto va a ser un resumen de todo lo que a nosotras nos pasa con el tipo de hombre que sos vos, de ese tipo de hombre que aparece, muestra interes y del un día para el otro desaparece como una estrella fugaz.
Si una estrella fugaz, porque ni siquiera te distes el trabajo de escribir y decir la verdad, la verdad por la cual te alejaste y me hiciste pensar en tantas cosas, me hiciste sentir un nada, pasó un mes y entendi de manera bien triste que el motivo que desapareciste fue que conociste a alguien y te pusiste en pareja, si en pareja!
Lo nuestro fue medio raro, ya venia de situaciones parecidas y cuando te conoci, pensé..."porque no dar una oportunidad?"...llegaste de repente...veniste a mi lado y me dijiste una frase "Sos la chica mas linda de ese bar", yo como ya venia de tantas desiluciones dije gracias y segui bailando como si nada. Vos no contento me pidio mi numero de telefono y te conteste diciendo agregame al instagram...yo la verdad es que ya estaba tan cansada de las mismas historias que pareci super fria cuando en verdad solamente queria que esa frase fuese verdad.
Pasó un día y me escribiste en instagram, empezamos a hablar y cordinamos una cita.
Yo la verdad que siempre que tengo una cita me pongo medio como que sin ganas y pensando en algo para que no suceda esa salida, ya que siempre no funciona...porque dar una oportunidad mas?
Entonces puse una ropa linda, me arregle...y fui donde me dijiste que estarias...llegaste un poco despues pero igual...te espere jajajajaj como una buena tonta, que deberia entender que era una señal para que no te diera más oportunidades.
Cuando llegaste no se...empezamos a hablar...un tema y despues otro, como si te conociera de antes, hablamos toda la noche, tomamos unas cervezas y me preguntaste que me parecian los argentinos y te fui sincera...dije que me parecen lindos, pero al final siempre desaparecen...y me dijiste al final de ese tema que ni todos son así. Seguimos en el bar, tomamos unas birras, bailamos y despues terminamos en tu casa tocando la guitarra y cantando algo medio sin sentido.
En el día siguiente me escribiste invitando para ir a lo de tu papa y yo me quede chocha, ya que nunca me habian invitado para algo así. Fuimos, pareciamos una pareja, caminabamos de la mano, yo con toda mi alegria de niña soñadora y vos simplemente me acompañabas. Tuvimos una linda cena con tu família, ellos me preguntaron de mi, de lo que me gustaba, me contaron historias tuyas de cuando niño, despues fuimos a dormir juntos, como cualquier otra pareja.
Empezamos a vernos con una cierta frecuencia y mi soledad que en ese momento gritaba tan fuerte....lo unico que podia pensar era que porque no? porque no...podria ser tu que me sacaria de mi soledad?
Como todo cuento, tenia un viaje planeado y obviamente segui con mi viaje, pasé 18 días afuera...ya no me escribias más como antes y bueno...pensé...talvez sea porque quiere que yo disfrute de mis vacaciones y la verdad lo hice...entendí que lo que yo quería en realidad era recibir un mensaje tuyo tan cálido como lo haciamos cuando estabamos juntos...pero no...
Cuando volvi nos seguimos viendo y un día te escribi algo que sentia, porque empezaron tus escusas idiotas para que no salieramos, yo...no entendi nada, lo unico que sabia era que si estabas poniendo tantas escusas era porque por ahí ya no estabas interesado en mi...en la última vez me dijiste que tu papa estaba enfermo y que no podríamos vernos...
En ese momento lagrimas salieron de mis ojos y no podia entender porque estaba sucediendo esto...tu papa no estaba enfermo, vos que no querias verme.
Pasaron algunos días y decidi preguntarte...nunca más recibi un puto mensaje tuyo. Me quede triste, sin color, pensando..."Que hice?"...porque estabas haciendo eso conmigo?
Un mes despues veo en tu facebook que pusiste que estabas en pareja con otra chica y yo me senti una mierda!
La verdad es que agradezco hoy por no haber seguido en algo que yo sabia que en algun momento podría acabar, pero porque no fuiste sincero? porque me ilusionaste? porque me pintaste parajitos en el aire, para despues tratarme como si no merecieras un mensaje tuyo diciendo que era lo que realmente estaba sucediendo?
A lo que voy es que si las personas fueran sinceras y verdaderas...nadie saldría dolido.
Hoy entiendo que por algo no funcionó, pero en el momento que me clavaste el visto y nunca mas me contestaste...pense en infinitas cosas...lloré...no por vos, si no que por mi que nuevamente cai en las garras de una persona que no valia un centavo.
Me paso con un boludo!
La primera historia de muchas otras que me gustaria contarles, no porque me quiero vitimizar, si no porque quiero que otras personas que ya se sintieron como yo...puedan entender que no pasa solamente contigo...pasó conmigo y puede ser que siga pasando.
Un beso

Em um mundo onde somos números, como fazer a diferença?


Você já parou para pensar em que somos números? Seja em um trabalho, como até mesmo em relacionamentos?
Atualmente as pessoas tem acessos a diversas tecnologías, algunas muito boas e outras nem tanto.
Com tanto acesso a informaçao, fica bem difícil ser diferente em um mundo onde a competitividade esta presente em tantos lugares.

Esses días conversando com um amigo, percebi que até nos relacionamentos isso acontece, o primeiro que responde leva hahahhaha e nao importa se você é uma pessoa maravilhosa e que esta disposta a mover céus e terra por algo. Rapidamente alguem pode substituir o seu lugar.
E volto a repetir o titulo, EM UM MUNDO ONDE SOMOS NÚMERO, COMO FAZER A DIFERENCA?
Você já parou para pensar nisso?
Em quantas vezes você foi dispensado porque rápidamente encontraram alguem igual ou melhor que você?
E gente nao pense somente no ámbito profissional, quantas vezes você se ausentou por um tempo com um carinha que saia e ele rapidamente conheceu outra garota? Hahahhaha Ou que a pessoa conseguiu conhecer alguem que morasse mais próximo, porque segundo a pessoa, você mora muito longe e dificulta as saidinhas?
Ou voltando ao ámbito profissional, quantas vezes você foi em uma entrevista, sabendo que foi super bem, que cumpria com todos os requisitos e nunca nem te deram um feedback? Ou até mesmo quando te demitiram, porque de um dia para o outro você deixou de performar bem e eles decidiram te trocar por alguém que sabe metade do que você sabe?
Estamos em uma época que passamos de pessoas a números, poderia dar infinitos exemplos mais, porém o intuito é te indagar a pensar, a querer se transformar na sua melhor versao. Vai ter frustraçao nesse caminho vai ter sim, mas meu bem….aprenda! O que é seu será, para se destacar, você precisa primeiro se conhecer e entender quem és, caso contrario, você vai querer o tempo todo parecer algo para agradar aos demais e vai por mim, tudo que sai da sua vida é porque nao era para ser seu. Seja trabalho, boy, mina, amiga….
Espera que vem algo bem bom para você, porque dizem que tudo que é bom demora em chegar.
Se voce se identifica deixe aquí o seu comentário

Beijos Beijos

Mulheres Brasileiras x Mulheres Argentinas










Queridos e Queridas,
Depois de escrever sobre as minhas impressões sobre os homens brasileiros e homens argentinos, o Lucas se interessou e decidiu contar para nós o que acha sobre o assunto.
Espero que gostem!

------------------------------------------------------------------------------

No começo só quero dizer que é a primeira vez que vou escrever desse assunto, eu sou argentino e gosto muito da cultura brasileira. Depois de me topar com o post da Bianca, eu senti inspiração pra contar minha história mas desde o lado dos homens em relação as mulheres argentinas e brasileiras.


1) Xaveco (piropos):
Argentinas: na verdade a mulher argentina acho que é a mais difícil de abordar já que acho que são muito seletivas na hora de receber piropos (xavecos). Com o assunto de “nenhuma menos” (não é não no Brasil) a situação tá meio difícil pra xavecar direito!
Brasileiras: Dependendo a situação que você esteja, eu acho a mulher brasileira muito mais receptiva e com predisposição pra falar se você começa xavecar.. Acho que é uma coisa cultural de ser pessoas abertas pra falar, pelo menos essa é minha impressão.
Obs: como fato, eu posso dizer que pode continuar o xaveco até conseguir o telefone em minutos com um possível “crush brasileiro” se ela coloca cara de 🤤 enquanto você começa falar com sotaque de fora. Essa é minha dica pra vocês 💪🏻


2) Primeiro encontro:
Argentina: geralmente pode fechar pra sair com dois ou três dias antes de a gente se ver. Se não com certeza que vai ficar sem sair se não concreta o date assim. Não gostam de fechar de um dia pra outro e também não com muita antecedência. Geralmente a primeira saída pode ser alguma coisa pra compartilhar na tarde (merienda não lembro como é que se diz) ou algum barzinho à noite por Palermo.
Brasileiras: Se uma brasileira promete uma segunda que quer sair na sexta com você, acredite na palavra dela seguro você vai dar certo meu amigo! Toma a iniciativa e sempre proponha um bom lugar, que com atitude e o jeito de falar como argentino vai ter sucesso 👍🏻


3)Reais intenções:
Argentinas e brasileiras: Pelo menos eu sempre vou com a intenção de curtir o momento do encontro, sem importar o lugar que seja.. Quando falo de curtir significa manter um bate papo interessante pra a gente se conhecer e só deixar fluir.


 4) Desaparecimento:
Argentinas e brasileiras: Acho que é um comportamento normal das pessoas quando não dá pra continuar se conhecendo. Eu quando não rola o assunto tento ser uma pessoa que não força as situações.
Acho que aqui joga o fator importante que é a humildade em dizer hoje não é pra mim.. pessoal, a humildade e sinceridade com um mesmo é a ferramenta mais poderosa que você tem. 
Garotas, aqui va uma pergunta pra vocês: se você gosta dele e desaparece, o que ele estaria te refletindo em você? Que aprendizagem pode tomar disso? 


5)Saídas
Argentinas e brasileiras: Acho que se você tem uma real intenção de conhecer a mulher, independentemente se é argentina ou brasileira.. qualquer uma aceita alguma saída durante a semana ou fds.
Obs: com uma argentina no começo não seja muito acelerado em combinar uma segunda saída tão perto do dia que você conheceu ela porque com certeza vai sumir.. essa foi minha experiência.


6) Questionar sobre a relação:
Argentina: Eu só perguntei uma vez em minha vida pra uma argentina e acabou sendo minha namorada nesse momento haha.
Brasileira: Continuando com minha sinceridade, 3 vezes me perguntaram e o resultado foi parecido com a nossa amiga Bianca.. eu não aceitei e sumi. Sendo um pouco autocrítico, tal vez não foi o momento pra a gente estar juntos ou eu não estava preparado.
Em definitiva é uma pergunta que pode separar ou unir.. só tem que estar preparado pra escutar!


Moral da história:
Irmão, não sei se existe a mulher perfeita.. independentemente se é argentina ou brasileira.
Eu considero que se as duas pessoas estão na mesma conversação, alineadas e os dois estão preparados pra ficar juntos, vai acabar sendo assim.
Às vezes quando não dá certo nós costumamos perguntar o que estou fazendo mal? Acho que se muda a pergunta, suas respostas também.
Por enquanto, eu sempre me faço a pergunta de qual aprendizagem me deixou essa experiência que eu vivi. E ali tomo o que preciso e o que não, eu jogo no lixo como dizem os brasileiros.
Espero que gostem do texto como eu gostei de escrever!
Qualquer dúvida, só entrar em contato.
Abraço 🤗


Texto de: Lucas Cutro


--------------------------------


Gostaram? se interessam por textos assim?


Me avisem, assim posso preparar mais textinhos legais e sob pontos de vistas diferentes.


Beijos Beijos

Como se acostumar a morar em outro país?





Oi meus bens!
Tudo bem?
O assunto de hoje é: "Como se acostumar a morar em outro país?"
É algo bem complexo na verdade, muitas pessoas veem minhas fotos ou meus textos e falam..."nossa você se acostumou super rápido, né"?
Não, na verdade não!
É muito difícil meus bens morar em out
ro país e se acostumar, posso dizer que mesmo morando há 2 anos e alguns meses tem coisas que eu não vou me acostumar nunca!
Vou dar alguns exemplos bem básicos:


1) Deixar as coisas para o úlitmo momento, sim gente...não me acostumo a isso ahhhahaa pelo menos no meu meio social o pessoal é bem relaxado e deixa tudo pra última hora (roles, viagens, encontros, avisos);
2) Atravessar a rua correndo, porque mesmo fechado o sinal, tem carro passando (só vai entender quem vive aqui ou quem já veio). Nunca temos a prioridade para atravessar a rua.
3) Sair as 2h00 da manhã para a balada, gente ahhhaaha a balada aqui abre as 2h00 am haahha pensa em alguém que antes de sair dorme? correndo o risco de acordar depois do horário de ir pra balada hahahahaha sim é assim!
4) Aumento dos preços a cada 6 mese, eu pelo menos sou pobre e meu salário nunca aumenta na data que decidem aumentar o preço das coisas, então sofro muito com isso. Sobe tudo, comida, aluguel, cursos, baladinhas...
5) Desaparecimento dos boys hahaahh


(tem muitas outras coisas que não me acostumei ainda, mas deixo para outro post).


Sim, esses são alguns exemplos que na minha opinião dificultam muito me acostumar a viver aqui, mas eu vou te dar umas dicas haaha
Eu me acostumei em muitos aspectos aqui, o primeiro, se você quer morar em outro país você PRECISAAAAA fazer amizades com as pessoas que nasceram no local, isso te ajuda muito. Meus amigos mais próximos sabem que eu falo bom dia até para os mendigos do meu bairro, sim! Faz toda a diferença, conheça as pessoas, o tio do açougue, a mocinha do pet shop, a japa do mercadinho, a tia da loja de verduras, os moradores de rua.
Faça amigos não só do bairro, faça amigos!!!! Conheça pessoas que também passam pelo mesmo que você e não precisa nem ser só os brasileiros, pode ser os colombianos, venezuelanos, europeus...Buenos Aires pelo menos esta cheio de estrangeiros, conheça pessoas que possam te ajudar na adaptação, pessoas que também estão passando pelas mesmas coisas que você.
Além disso, recomendo que você more em um bairro comum, para entender a vida dos locais, pagar mais barato também nos produtos básicos e poder se sentir parte de algo. Eu moro em um bairro bem tranquilo e que me proporcia a sensação de como se eu estivesse em São Paulo, no bairro que morei minha vida toda.
Experimente tentar fazer as comidas que você gosta com os produtos locais, sem precisar chorar porque não encontrou algo que queria cozinhar, vai por mim...aqui tem muita coisa que você pode substituir, além dos mercadinhos com produtos brasileiros, então quando bater saudades da comidinha de casa, procura um lugar que você possa comprar esses produtinhos.
Esteja aberto, saiba respeitar, mas também tenha opiniões formadas. Não é porque você esta morando em outro lugar que tem que se fechar a opinião dos demais ou a sua. Esteja aberto, respeite, mas também mostre sua opinião. Acredito que fiz muitas amizades por simplesmente ser eu mesma com as pessoas do meu convívio e muitos permaneceram por eu ser dessa forma.
Vá para festas locais, é otimo as vezes ir em uma festa brasileira, mas vá também em festinhas argentinas, poxa, é tão legal quando você conhece algo novo. Vai te ajudar a entender muito mais como as pessoas daqui são e como se comportam.
Pratique o idioma e busque um trabalho que você possa melhorar ainda mais os seus conhecimentos, trabalho aqui não falta! Vai por mim, se você tiver amigos ou conhecidos...eles sempre poderão te falar quando souberem de algo e eu te garato que opções não faltam! Trabalhar também é uma excelente forma de se acostumar e criar vínculos em outro país.
Estude também, Buenos Aires é o lugar perfeito para estudar pagando pouco, aproveite para estudar e poder aprender. Isso é o plus para se adaptar mais rápido ainda aqui.




Bom gente, esse foram as minhas dicas de como me acostumei a morar aqui em Buenos Aires...e voce? Oque faz para se acostumar?


Espero que tenham gostado!


Beijos Beijos
 


Homens Argentinos X Homens Brasileiros


Oi gente,
Decidi voltar a escrever sobre o assunto, pois muitas vezes recebo mensagens de amigas, conhecidas e leitoras perguntando sobre como são os homens argentinos.
Posso dizer pela experiencia que tenho morando em Buenos Aires durante 2 anos e meio que conheci diferentes estilos de homens, dos quais muito me surpreendi.
Qualquer relacionamento com argentinos, seja como amiga, peguete ou afins é bem diferente dos que ja vivenciei no Brasil. Você precisa ter paciência, muita paciência, pois os tempos são diferentes dos tempos que estamos acostumados no Brasil, onde em 5 minutos você pode pensar gostar muito de uma pessoa sem nem ter conhecido bem. Nas minhas experiências aqui, isso me surpreendeu muito, pois tudo tem outro tempo, as pessoas primeiro desconfiam para depois confiar e acredito que está ótimo que isso aconteça, pois assim só os realmente bons permanecem.
Minhas experiências com os homens não foram das melhores, me frustro muito só de lembrar, pois com tantas frustrações confesso que me deprimi um pouco e tive que trabalhar por muito tempo em terapia sobre isso, mas de modo geral pelo menos comigo, as relações com os argentinos e brasileiros são completamente diferentes...lembrando são as minhas experiências!
Primeiramente vou listar algumas diferenças e não existe bom ou ruim, ta?


1) Xaveco (Piropos):
  • Brasileiros: brasileiro é bem direto e não dá muita volta, se está afim de uma mulher, vai e tenta puxar assunto, vai te falar que te achou linda e por ai já vai dizer que quer te conhecer, caso a mulher não tenha interesse, ele pode insistir um pouco, mas se você não quiser, ele não perderá as esperanças da noitada e vai procurar outra que queira ahhahha pelo menos eu sempre percebi assim.
  • Argentinos: são um pouco mais lentos, observam bastante antes de se aproximar, só se aproximam se houver uma troca de olhares ou algum sinal que você realmente tem interesse. Quando te xavecam parece até que fez o xaveco pensando em você, vai falar algo que só ele viu. Quer um xaveco personalizado? Venha para Buenos Aires!
Obs: em partes a rapidez dos brasileiros chegam a assustar e em partes a lerdeza de alguns argentinos também cansa hahaaha



2) Primeiro encontro:


  • Brasileiros: pelo menos nas experiências que tive morando em São Paulo, geralmente o primeiro encontro era no cinema, um jantar, barzinho, parque. Combinado com alguns dias de antecedência.
  • Argentinos: nem sempre, mas geralmente é combinado bem próximo do dia que será o encontro (argentinos são muito espontâneos e ás vezes deixam para o último segundo). As opções sempre vão incluir locais com pouca luz e com alcool incluído. Não sei se por se sentirem intimidados com o encontro. (Alguém poderia me explicar?).
3) Reais intenções:

  • Brasileiros: muitas vezes conheci pessoas que logo no primeiro encontro já informavam que não queriam nada sério, pois haviam acabado de sair de um relacionamento ou algo do tipo.
  • Argentinos: pelo menos nunca conheci nenhum que me falasse desde o começo quais eram as intenções, são bem galanteadores e costumam falar muitas coisas bonitas. Não se confunda! Eles são assim por natureza, não é que você é a pessoa mais maravilhosa do mundo, ou melhor...pode até ser...mas espere antes de achar algo que talvez não seja.
4) Desaparecimento:

Brasileiros e Argentinos desaparecem, mas os brasileiros tendem a fidelizar, no sentido de que, apesar de não ver a garota, meio que deixa nos contatinhos, continua escrevendo e mantendo contato. Argentinos pelo menos os que conheci, em um determinado momento desaparecem e depois de uns meses voltam a aparecer como se nada tivesse acontecido. E não espere um super texto pedindo desculpas, você provavelmente vai receber algo como ´Qué Onda?´

É VERIDICO!


5) Saídas:

  • Brasileiros: encontros geralmente são nas quartas, sextas, sabados ou domingos. Independentemente se for um lance sério ou não.
  • Argentinos: qualquer dia é dia, a vida noturna aqui pode ser em qualquer dia, porém, pelo que analisei se um cara tiver interesse real em você ele vai querer te ver no final de semana, ou mais de uma vez na semana.

 6) Questionar sobre relação:

  • Brasileiros: nunca precisei, visto que como comentei acima, geralmente deixam bem claro o que querem.
  • Argentinos: já perguntei duas vezes e minha experiência foi péssima, porque desapareceram...ou melhor deve ter sido um livramento ahahahhaha

MORAL DA HISTÓRIA:

Não existe certo ou errado, as pessoas são diferentes e conheço muitas pessoas que não seguem nenhum padrão, mas acredito no seguinte...quando for sua hora...pode ser brasileiro, argentino, australiano, jamaicano...FIA ESSE BOY VAI CHEGAR E NÃO VAI TER COMO FUGIR. Enquanto isso, você vai encontrar muitas pessoas, que ás vezes vão te magoar e outras que vão te trazer muitas alegrias, se algum por acaso desaparecer ou te der um fora, não se preocupe...é só um sinal de quem não é pra você. Ás vezes colocamos a culpa nos outros, que você não esta com ninguém porque ninguém quer nada sério, mas sabe de uma coisa...sempre existirá alguém pra você, pelo menos eu penso assim ahahhaha

Espero que gostem desse texto...
qualquer dúvida, sugestão...
Estou a disposição!

Beijos






Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *