Bianca Bracho -->

Córdoba sua linda!


Oi meus bens,
A pedidos decidi escrever um pequeno relato sobre a minha viagem a Córdoba.
Procurando informações sobre, acabei me encantando e decidindo ir para uma cidade que está dentro do Estado Córdoba na Argentina que se chama Villa Carlos Paz.
Quando decidi viajar, a minha ideia era fugir um pouco das cidades grandes e poder estar em uma cidade com estrutura, mas rodeada pela natureza.
Villa Carlos Paz é um dos pontos turísticos mais balados de Córdoba, recebendo turistas o ano todo.
Fui de ônibus para economizar um pouco e aproveitar para dormir uma noite e economizar.
Deixo aqui a página que você poderá encontrar as passagens para o seu destino dentro e fora da Argentina: www.plataforma10.com.ar/

Comprei a passagem de ida pela Buses Lep ($1050,00) pesos, é bem confortável, mas não dão nada durante a viagem, por isso, leve algo para comer durante a viagem e leve algo para beber.
Geralmente os ônibus saem a partir das 20h00 da noite e chegam em Córdoba por volta das 8h00;

Reservei hospedagem pelo Booking.com (minha página preferida).
Decidi reservar o hostel que se chama: El ciervo de oro.
Vou deixar o link também, confesso que o grande diferencial é a vista para o lago e que tem piscina.
Não é o mais barato da região, mas valeu muito a pena ter ficado lá.
http://www.elciervodeoro.com/

A minha passagem de volta comprei da empresa El Practico, paguei um pouco mais caro do que a ida ($1850,00), porque era o único que tinha o retorno no horário que eu queria e servem comida, bebida e é superconfortável.

Sobre a cidade, achei maravilhosa, fechei algumas excursões para poder conhecer tudo que queria, só tenho uma sugestão nesse ponto, se você vai sozinh@, é melhor fazer por conta própria os passeios, porque eu me senti muito sozinha nos passeios já que o pessoal que foi comigo estava com namorados e familiares.

Paguei $550,00 pesos para conhecer a Capilla del Monte (passeio de meio dia), incluindo apenas o transporte. Nesse passeio conheci vários lugares e pude ir a um parque que se chama El Descanso, nele você encontrará esculturas, jardins lindos e um labirinto.

Na excursão de Mina Clavero paguei $750,00 pesos e começava as 8h e terminou as 20h. Me senti muito sozinha, mas se você vai em grupo, vale a pena.

Todas as agencias tem o mesmo preço o que difere são alguns pontos que param e se incluem ou não comida.

A vantagem de viajar e ficar em um Hostel é que você pode conhecer muita gente e fazer passeios alternativos. E a sua viagem não será tão solitária.

Uma percepção minha com relação a Villa Carlos Paz, é que os turistas são quase todos da Argentina, só conheci um Francês que foi para lá, os demais eram todos argentinos.

Passei 4 dias em Villa Carlos Paz e se você tiver mais dias, pode ir sem medo, porque tem muita coisa legal para conhecer, podendo até aproveitar para conhecer outros povoados próximo.

 Qualquer dúvida, é só me escrever!

Beijos

Mercado de Trabalho em Buenos Aires


Ao longo dos meus quase 4 anos morando em Buenos Aires, decidi montar aqui um pequeno texto contando sobre como é o mercado, as possibilidades e algumas sugestões.
Buenos Aires é uma cidade que possui muitos centros de serviço que prestam serviço a outros países, assim como China, Índia e Bucareste. A mão de obra qualificada aqui é mais barata do que em outros países, então diversas empresas grandes colocam uma sede aqui em Buenos Aires e terceirizam seus serviços para outros países.
Os centros de serviços são tão grandes e bem qualificados que conseguem atender países com culturas e fuso horário completamente diferente. 
Por exemplo, em um projeto que trabalhei em uma grande empresa focada em Outsourcing e Tecnologia, a minha equipe fazia o recrutamento e seleção de candidatos online para países como Alemanha, França, Itália, Brasil, Espanha, Londres...


E como nós prestávamos serviço para esses países?
Eles contratam pessoas de diferentes países e que moram aqui em Buenos Aires e realizávamos nossas atividades nos idiomas correspondentes a cada país, personalizando os serviços e dando suporte daqui de Buenos Aires, como se estivéssemos no país que o candidato estava.
Sabe os call centers? Muitas vezes você liga pensando que a mocinha que te atendeu da Claro está em São Paulo, quando na verdade está em um centro de serviço na China por exemplo.
Então, o mercado de trabalho em Buenos Aires é excelente para estrangeiros que possuem documentação, pois você consegue emprego rapidamente e pode trabalhar para empresas grandes e conhecidas mundialmente.
Talvez conseguir o primeiro emprego nem sempre seja supersimples, mas um bom networking ou conhecer pessoas pode te abrir portas. Na Argentina saber falar outros idiomas além de te conseguir um emprego legal, você não necessariamente precisa ter muita experiencia na área que vai trabalhar ou uma formação. O grande diferencial são os idiomas, quanto mais melhor, pois algumas empresas definem os salários com base nos idiomas que você falar.
Se precisar de uma ajuda, ou até mesmo alguém para ver seu currículo, me avisa!
Beijos


Como conseguir um trabalho?

Olá lindas e lindos! Como vocês estão?
Como alguns sabem eu trabalho há 9 anos em Recursos Humanos e nos últimos anos tenho me dedicado a Recrutar e Selecionar. 
Diariamente recebo muitos currículos e decidi vir aqui dar algumas dicas para vocês, pois um bom currículo é tudo e abre muitas portas. 
Um dos grandes erros ao construir um currículo é pensar que quanto mais informação você tiver no currículo melhor será, porém, um currículo bem construído fará com que os demais sintam curiosidade e queiram te escrever para entender um pouco mais sobre você e com isso você poderá conseguir o emprego que quiser. 


Confesso que muitas vezes o que vejo é que as pessoas colocam informações desnecessárias no currículo e com isso acabam diminuindo suas possibilidades de conseguir o real objetivo que é conseguir um trabalho dos bons. 
Então venho aqui contar para vocês algumas dicas e também oferecer minha ajuda. 
Se você quer um currículo lindo e que abra portas para você, me escreva, estarei cobrando um valor simbólico para montar seu currículo e de quebra poderei te dar algumas dicas quanto as opções de empresas e trabalhos que você poderá apontar para conseguir um trabalho. 
Para maiores informações, deixarei meu e-mail: biancabozzo@yahoo.com.br e meu telefone +5491157462627.
Beijos!

Um pouco sobre Palermo


Dando sequência aos textos sobre os principais bairros de Buenos Aires, ai vai mais um!


Palermo é o maior bairro de Buenos Aires, esta delimitado pelos seguintes bairros: Belgrano, Almagro, Recoleta, Villa Crespo e Colegiales. Esta subdividido em Palermo Chico, Palermo Soho, Palermo Hollywood, Palermo Viejo, Las Cañitas. É um bairro conhecido, pelos bares e baladas mais badalados de Buenos Aires e pelos lindos parques que contemplam a região.

História
A terra foi comprada por um italiano imigrante chamado “Juan Domingo Palermo”, no final do século XVI, logo após a fundação de Buenos Aires em 1580. Posteriormente Juan Manuel de Rosas, um político conservador, construiu uma residência de campo na área, que após sua queda do poder foi confiscada.

A região cresceu rapidamente durante o século XIX, quando foram construídos o Jardim Zoológico e o Parque três de febrero, em 1874, com o presidente Domingo Faustino Sarmiento. Durante o século XX o bairro ganhou outros pontos turísticos como o Jardim Botânico, Jardim Japonês e o Planetário Galileo Galilei.
O bairro Palermo possui pequenas divisões:

·         Palermo Chico: é a área mais nobre, você encontrará mansões, residências de alto padrão e é habitado por pessoas com alto poder aquisitivo;
·         Palermo Viejo: é a área mais antiga do bairro, onde viveram personagens muito importantes da história argentina como Jorge Luis Borges e Che Guevara. Foi uma área residencial popular e abrigou muitos imigrantes. Você poderá notar que as tradições espanholas e italianas estão presentes nos restaurantes, igrejas, escolas e centros culturais;
·         Palermo Soho: esta localizada próximo a Plaza Serrano e abriga escritórios, lojas de moda e design, restaurantes, bares e cultura de rua;
·         Palermo Hollywood: é uma área com uma grande quantidade de produtoras de TV, rádio e cinema. É bem conhecido também pela grande quantidade de restaurantes, baladas, cafés e vida noturna;
·         Las cañitas: no século XX era uma região com muitos cortiços, que passou por uma reciclagem e se tornou uma área de luxo, com restaurantes, bares, edifícios novos.

Comer e Beber:
Você encontrará diversos restaurantes e bares referencia em Buenos Aires. Durante o dia você poderá encontrar excelentes opções na Plaza Armenia e durante a noite na Plaza Serrano. A diversidade nos menus e opções são infinitas. Além dos bares e restaurantes, você também poderá encontrar diversas cafeterias.

Recomendável:
·         Se você for para alguma balada, o horário que costumam abrir geralmente são ás 2h00 am;
·         Use protetor solar;

 Beijos







Um pouco sobre La Boca


Olá Pessoal,

Aos poucos vou voltando a escrever sobre o que vocês mais gostam hehehe
Então os próximos textos estarão centrados nos principais pontos turisticos e algumas dúvidas. Se vocês quiserem algum ponto específico e que eu não tenha mencionado, me avisem!


Um pouco sobre a história:
O Bairro inicialmente foi habitado por imigrantes italianos que construiram cortiços na região e utilizavam restos de tintas que estavam nos barcos para pintar suas casas e por isso o colorido no Caminito. A arquitetura do bairro é  peculiar, em sua maioria as casas são de madeira, chapa e as varandas são de ferro.
Recebe esse nome por ser um local onde as águas desembocam no rio de la plata. 
Durante muitos anos o porto localizado em La Boca foi o porto natural de Buenos Aires, porém devido a pouca profundidade das águas, os bancos de areia e entre outros fatores impulsionaram a mudança do porto para o a zona norte da cidade.
A região onde esta localizado o bairro antes era uma zona hostil, pantanosa e sofria muitas inundações, porém no final do século XIX imigrantes começaram a se instalar nessa região e deram vida aos poucos ao bairro, com o tempo outros imigrantes também decidiram se incorporar como espanhois, gregos, alemães, etc.
O bairro se caracterizou por ser um bairro de habitantes divertidos, barulhentos e melancólicos. Utilizavam até um dialeto próprio como se estivessem em sua própria terra. Grande parte dos moradores eram trabalhadores e solidários, estabeleceram diversas instituições de apoio comunitário, escreviam jornais e fundaram clubes esportivos e culturais. Nesse bairro nasceram muitos cantores, músicos, poetas e artistas plásticos.
Além disso, os dois principais times do país se originaram nesse bairro Boca e River Plate. O time River Plate posteriormente foi transferido para a área nobre da cidade.


Sugestão de lugares que você pode visitar:
  • Estadio La Bombonera, você poderá visitar o Museo de la Pasión Boquense e até mesmo visitar o estádio.
  • Caminito
  • Museo Benito Quinquela Martín
  • Fundação Proa
  • Usina del Arte


Comer e Beber:


  • El Obrero: era um boteco, como aqueles que vemos no Brasil a cada esquina e que seu objetivo era atingir a massa trabalhadora ou para as pessoas que queriam ver um jogo. Foi inaugurado por dois irmaos em 1954. Atualmente El Obrero é o restaurante que os famosos escolhem quando querem comer o autentico churrasco argentino. 
Endereço: Calle Caffarena,64
Horário de funcionamento:  segunda a sábado de 12:00 ás 22:00



Recomendações:
·         Nao visite o bairro á noite
·         Evite caminhar pelas ruas não turisticas do bairro, somente se você estiver com alguém que conheça o bairro

Então é isso!
Beijos


5 Passeios incríveis em Buenos Aires

Fazia um tempo que não escrevia sobre passeios por aqui e decidi dar uma atualizada, já que muita gente me pergunta sobre alguns pontos turísticos.

Essa listinha vai ser muito útil pra você que quer fazer alguns passeios mais alternativos e não tão turísticos.

1. Cementério Chacarita, ah gente começo por esse lugar, porque foi um dos que mais gostei de conhecer, a história argentina quase inteira em um único lugar, parece meio mórbido, mas se nesse cemitério você conhecerá muito sobre a história argentina, sobre os personagens históricos e entenderá muito sobre o país.
Vou deixar o link do meu canal com o vídeo que fiz lá: https://www.youtube.com/watch?v=0eQ4FPO2kXA

2. Feria Plaza Serrano, pra você que quer conhecer uma feirinha não tão turística, mas que tem de tudo um pouco, corre lá hahaa é uma feira que rola aos domingos. O mais legal dessa feirinha é que ela acontece no meio da praça e nos bares e restaurantes que estão em volta da praça, é bem legal o conceito, porque se você for qualquer outro dia nessa praça encontrará a vida noturna de Buenos Aires, mas no domingo artesanatos e roupas. Vale a pena conhecer!

Link do vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=RCUaTQ9NVj8&list=PLCFwp2enhW5RA9rtqB2qF99RbyHnDl7qE&index=19

3. La Usina del Arte, localizada no bairro de La Boca, é um espaço de eventos culturais, além de ter uma arquitetura incrível, pode te render ótimas fotos e até ver algumas das exposições da Usina.

Link de uma das exposições que fui: https://www.youtube.com/watch?v=JB-DSDyg2wI&index=2&list=PLCFwp2enhW5RA9rtqB2qF99RbyHnDl7qE

4. Uptown BA: Já ouviu falar de bares secretos? Em Buenos Aires você encontrará uma porção deles espalhados por Buenos Aires, mas agora vou contar um pouco sobre o Uptown que no meu ponto de vista é um dos melhores. Esse bar secreto recria uma estação de metro dos EUA, para entrar você tem que entrar em uma estação de metro (subte), passar por umas catracas, entrar em um vagão de trem e tcharammmmm....chegará nesse lugar incrível. Te recomendo ir no começo da semana e tipo as 20 ou 21h00, pois tem muita procura e pode ser que você não consiga entrar. O menu contempla diversos tipos de comida, como comida chinesa, comida italiana, comida argentina e alguns pratos típicos dos EUA. Os drinks também são incríveis!

5. Rush BA: O maior parque de camas elásticas da America Latina, localizado no município de Pilar, a 1h30 de Buenos Aires, com fácil acesso. É um lugar super bacana e ideal para todas as idades. Os ingressos em Novembro/2018 estão 300, 00 pesos (1 hora)  + 70,00 pesos (meia obrigatória).  Vai por mim, uma hora é tempo suficiente para pular nas camas elásticas, além das camas, você encontrará diversos jogos interativos e super legais.

Link do vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=-W9J2s8fZRU


Gostou desse texto?
Comenta aqui embaixo, para que eu possa continuar criando conteúdos pra vocês!

Beijos

Desabafos de uma estrangeira

Há 3 anos decidi reiniciar algumas coisas na minha vida e nunca pensei o quanto esse processo seria tão importante na minha vida, na minha inocência eu achei que estar em outro lugar me permitiria recomeçar sem amarras, realmente começar do 0, sem julgamentos, sem problemas.
Me permiti viver desde coisas holísticas até experiências completamente diferente das que eu vivi em São Paulo, mas não sabia que tudo isso seria de tamanha grandiosidade na minha vida. 
Muitos quando se mudam, pensam que a vida será só festa, reuniões com os novos amigos, presentes nas festas especiais, talvez se apaixonar e se relacionar com algum "gringo", afinal, nós brasileiros nomeamos gringos qualquer pessoa de outro país hehhehe 
Na verdade todas essas expectativas de alguma forma acontecem, mas você acaba entrando em um mundo completamente diferente do que você planejou, você poderá adoecer e precisar ir sozinho no hospital ou passar por alguma situação bem ruim e terá que resolver sozinho...Estou escrevendo e fazendo uma retrospectiva de tudo que vivi, me lembro a primeira vez que fiz um exame complexo aqui e me senti muito mal por ter ido sozinha e não ter ninguém para me esperar na sala de espera, na real, eu também não chamei ninguém para me acompanhar, mas confesso que foi muito triste isso, ou de ter tido um dia super difícil e chegar em casa e saber que não vai ter ninguém e dizer "ui tive um dia complicado". 
Aprendi até mesmo que os meus próprios compatriotas nesse caminho e processo de adaptação se esqueceram até da empatia, de cuidar dos "nossos", já me deparei com tantas situações que mesmo não estando sozinha, me senti sozinha e tendo que me virar. No começo eu abria meu coração e portas da minha casa e recebia a todos que precisavam, mas com o tempo, aprendi que precisava fechar a porta ás vezes, que precisava vivenciar a solidão, porque isso me faria ser mais forte no futuro.
Quando se viaja se tem uma experiência completamente diferente de se viver em determinado local, você passa a ver os demais de forma diferente, desde outra perspectiva, é como se você ampliasse sua visão e conseguisse notar coisas completamente diferentes. 


Por exemplo, perceber que em Buenos Aires existe uma certa melancolia no ar, que as pessoas costumam expressar expressões faciais e corporais com maior frequência que as pessoas que eu observava em São Paulo, sobre como as pessoas não curtem muito a claridade e deixam as janelas fechadas durante os dias, até mesmo os dia de sol, sobre como a falta de luz nas casas, por não entrar sol, influencia no humor das pessoas. Percebi que eles costumam reclamar demais e até mesmo depois de um tempo aqui senti que eu também me tornei uma pessoa assim, que reclama, reclama dos aumentos, da frieza, do cheiro do subte (metro), das pessoas andarem com os celulares na mão e te trombam porque estão desatentas, ou de sentir um certo medo ao caminhar pelas ruas.
Na verdade nesse tempo, comecei a pensar em muitas coisas com das quais eu nem pensava e nem acreditava que poderia passar na minha cabeça.
Viver em Buenos Aires é muito bom, aprendi a viver e ter uma qualidade de vida muito melhor do que a que eu tinha em São Paulo, de poder sei lá, ir caminhando até o trabalho, mesmo que isso signifique caminhar 28 quadras, ou de durante o trabalho, parar para tomar um chá e conversar um pouco com a pessoa do lado. Aprendi que se pode sair outros dias na semana e não somente nos finais de semana.
A vida vai te apresentando novas opções todos os dias aqui de coisas que eu jamais poderia ter vivido se continuasse na bolha que eu vivia em São Paulo, mas ao mesmo tempo, fico pensando se ter vindo para cá foi a melhor opção, se pagar para viver literalmente aqui vale a pena, se vale a pena não conseguir juntar um real, porque o peso esta muito desvalorizado e o que se ganha se gasta...eu achava que era conversa para boi dormir, mas é verdade...é bem difícil conseguir comprar algo como um carro, casa ou até mesmo aquela roupa do shopping.
Ultimamente tenho pensado muito sobre o que quero no futuro e eu não sei se continuar aqui será a melhor opção, não vejo futuro viver em um lugar que não posso projetar. 
Tenho aproveitado tudo que posso e que o país me oferece, no começo do ano fiz uma viagem para conhecer todo o sul da argentina, pude ver coisas que meus olhos jamais pensaram ver, consegui iniciar meus estudos em uma área completamente diferente da que eu havia estudado em São Paulo e pagando 1/5 do que eu pagaria em São Paulo, comecei a aprender um novo idioma que eu nem sei se em São Paulo teria a oportunidade....
É bem controverso tudo isso, ter oportunidades únicas e ao mesmo tempo se sentir estagnado.
Vale a pena repensar sempre sobre em que rumo nossas vidas vão tomando com o tempo e sobre onde queremos chegar. 
Nem sempre é tão simples ou tão fácil...


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *