Bianca Bracho: Viajar é libertador -->

Viajar é libertador

Se tem uma coisa que viajar te proporciona...momentos incríveis!
Você aprende coisas que talvez nunca aprenderia se ficasse na sua casa, trabalhando e estudando. Te faz olhar a sua volta e viver intensamente cada segundo, porque ele pode ser único. Aprende a não ter tanto medo e ultrapassar cada uma das suas limitações.
Você passa a dar valor para pequenas coisas, como comida, as frutas, os sucos, a música, o transporte, os preços, a simpatia, o sorriso no rosto das pessoas. Além disso, você vive tudo de forma mais intensa, encontra parceiros que poderão passar com você bons momentos e que ficarão marcados para sempre na sua história.

Aqui na Argentina conheci muitos Venezuelanos e pude aprender um pouco sobre a questão política e as razões para hoje eles estarem como estão. A inflação esta em 70%, o salário mínimo é de 10 dólares ao mês, eles possuem cotas para comprar comida, e os equipamentos tecnológicos são caríssimos. Outro dado que gostei muito de saber é que a gasolina lá é extremamente barata. E que com pouquíssimo dinheiro conseguem encher o tanque do carro por um ano. 
Além disso, cada dia que passa tenho aprendido mais sobre a história da Argentina, sobre os fatores que influenciaram na forma de pensar e agir deles. Apesar de ser um lindo país, sinto um certo ar de melancolia, as pessoas parecem tristes. Segundo alguns historiadores, os argentinos foram marcados por muitas guerras e momentos de crise. Logo, as pessoas carregam esses impactos que são transmitidos pela família e sociedade.
Isso impacta completamente na forma deles verem o mundo e de se relacionarem. Grande parte das pessoas é muito gentil, mas se você quiser ver um argentino estressado e grosseiro fale algo que não gosta desse país. Os Argentinos são muito patriotas, todos os participantes da história deles tem um papel muito importante e eles valorizam muito, ou seja, muito cuidado ao brincar com algo, pois o que para um Brasileiro pode ser algo corriqueiro e normal, para eles pode ser uma ofensa.
Todos os dias aprendo coisas novas por aqui, sobre as pessoas e seus comportamentos, sobre a culinária, história do país, sobre política, tramites para estrangeiros e novas possibilidades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *