Bianca Bracho: Histeria, o que é? -->

Histeria, o que é?

Oi meus bens, tudo bem?
O assunto de hoje é HISTERIA!
Não utilizamos tanto essa expressão no nosso dia-a-dia, mas aqui na Argentina sim! Então decidi  fazer um pequeno resumo sobre o que se trata.
Você deve ter escutado pelo menos uma vez na sua vida alguém falando essa palavra, geralmente quando alguma mulher gritava muito ou estava chamando a atenção de forma exagerada.



Vamos para a definição:


Histeria o que é:

Vamos dividir a histeria em duas partes uma em um traço de personalidade ( uma forte tendência a ser o centro das atenções, seduzir e sensualizar as reações sociais e afetivas, manipular ou confundir a realidade, ​teatralizar os conflitos e fazer "joguinhos") e a doença conhecida também como histeria (alterações da consciência, podendo gerar manifestações sensitivas e psí
quicas).


E ai vai algo muito interessante, quando descobriram a Histeria, ela era definida também como uma doença que atingia somente as mulheres, sendo ocasionada pela falta de sexo e que poderiam ter algum tipo de problema nos úteros, posteriormente verificaram que se tratava não somente de um fator biológico, mas sim de um fator psíquico gerado por ideias insconscientes causando os distúrbios psicopatológicos.


Mas aii que a galera se engana, conforme foram estudando a histeria descobriram que ela não atingia somente as mulheres, mas os homens também.


Aqui na Argentina, as pessoas utilizam muitos conceitos psicológicos para demarcar a população, usando algumas expressões para situações corriqueiras como, por exemplo, um cara simplesmente deixou de te responder e as pessoas falam por exemplo que ele esta sendo histérico...
Se uma mulher expressa sua opinião contraria a dos demais, também pode ser considerada como histérica. Os homens chamam as mulheres de histerica e as mulheres chamam os homens de histericos hahahha é uma loucura.
Ou por exemplo, quando a pessoa esta fazendo joguinhos e se fazendo de "difícil". Sim, quem nunca presenciou isso?


Confesso que quando cheguei e escutava as pessoas utilizando essa palavra o tempo todo, cheguei a pensar que estava em um lugar cheio de pessoas com transtornos psicológicos hahahaa mas na verdade as pessoas aqui adotaram como uma expressão casual.


Espero que gostem e possam esclarecer suas dúvidas quanto ao uso da palavra.


Obs: utilizei de uma linguagem bem simples, para que todos possam entender.
Se você se interessa pelo assunto leia sobre as teorias de Freud, Charcot e Breuer.




Beijos Beijos



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *