Bianca Bracho: As 12 piores coisas que me aconteceram morando em Buenos Aires -->

As 12 piores coisas que me aconteceram morando em Buenos Aires

Olá pessoal!
Esses dias li um texto que me fez pensar em muitas coisas, óbvio morar em outro país tem suas coisas maravilhosas, mas gente...também tem as coisas não tão boas que acontecem e vou contar pra vocês.
Alguns vão rir e outros vão ficar mais atentos:


  1. Alugar um apartamento e descobrir que estava com uma infestação de barata: logo eu que sempre tive pavor. Vou resumir essa história, óbvio ahaha porque não é tão simples. Eu quando cheguei morei em um hostel durante 1 mês e meio, porém precisava de um apartamento para poder trazer o Pupi. Entao achei um com um preço interessante e próximo do hostel que eu vivia antes. Adorei o apê e aparentemente estava perfeito. Quando me mudei e pude analisar com mais detalhes, percebi que as terríveis baratinhas minúsculas estavam por toda a parte...logo eu que nunca havia matado uma barata ahhhahaa cheguei a matar 15 por dia. Falei com o dono, mandamos detetizar, mas parecia uma coisa, melhorava por um tempo e depois elas voltavam com força total. Depois descobri que o que acontecia era que como o prédio era muito antigo, elas passavam pelos canos e passeavam por todos os apartamentos. Não adiantava manter o apê limpo ou detetizar...porque o problema estava generalizado.
  2. Trabalhar uma semana entregando folhetos: parece meio tonto, mas eu por não querer ficar sem fazer nada quando vim morar aqui, vi um anúncio em um subway de que precisam de gente para entregar folhetos, então decidi ir e falar que eu gostaria. Essa experiência durou uma semana. Passei a valorizar muito esse trabalho, porque entendi como é ser invisível para o mundo. As pessoas simplesmente te ignoram, você não existe, algumas até agradecem outras nem te veem...serviu como experiência, mas é um trabalho que requer muita resiliência.
  3. O dia que peguei uma blusa e encontrei uma aranha imensa: vai por mim, em SP já tinha visto aranhas, mas daquelas tão pequenas que pareciam formigas ahahhah quando vi essa quase tive um infarto, nao me mexi e peguei a primeira coisa que vi para matá-la hahhahhaa.
  4. Pedir comida sem ler o cardápio atentamente: essa nem foi tão ruim, mas eu acabei pedindo sorrentinos com calabaza (abóbora) e por não ler quando pedi, quase passei mal ahhaaha detesto comidas agridoces hahahaaha então foi uma experiência muito ruim, ainda mais porque foi em um lugar caro e nem aproveitei.
  5. Ser furtada: é meus bens, fui furtada no ônibus, estava lá dormindo tranquila, quando acordei para ver que horas eram e nesse momento um trombadinha arrancou o meu celular da minha mão. Fiquei em choque e só consegui gritar. Por isso, não fique mexendo no celular no ônibus, fiquem atentos sempre, porque Buenos Aires te dá aquela falsa sensação de segurança e você vai pensar que nada te acontecerá, mas acontece.
  6. O dia que o Pupi foi atropelado: sai de casa para levar o Pupi para o seu banho como de costume, quando de repente ele fica com medo na porta do veterinário e sai da coleira e corre para a rua, nunca senti o que senti naquele momento. Parecia que estava tudo acontecendo em câmera lenta, perdi o chão. Ele tão forte se levantou e foi correndo e todos da rua também sairam correndo atrás dele para me ajudar e por incrível que pareça ele só parou de correr quando chegou na porta de casa. Ele não se machucou muito, mas senti um aperto no meu coração e nunca mais levei ele nesse veterinario. Até hoje ele pede para atravessar a rua antes desse lugar. Quem tem animal pode imaginar como me senti, só de lembrar já me aperta o coração.
  7. Uma semana sem luz e água: sim gente, aqui no verão em algumas regiões fazem alguns cortes de luz e com isso a água também é cortada. Imagina a situação, quando aconteceu isso morava no 10 andar. Tinha que subir para levar o Pupi para passear e também quando voltava do trabalho. E não acaba por ai, tive que pedir para amigos para tomar banho na casa deles, já que essa possibilidade não existia na minha casa. E todos os problemas que a falta de luz e água podem gerar. Graças a Deus hoje moro em um quarteirão que dificilmente fica sem luz e quando acontece são por poucas horas. Amém!!
  8. Vários foras: Acreditem se quiserem, mas nunca levei tanto toco como aqui. Me acostumar a maneira porteña de ser foi e é muito difícil. Minha experiência nem sempre foi das melhores e por muito tempo me senti horrível por isso. Qualquer comentário meu, afastava eles, mais e mais. Muita gente tem sorte nesse quesito, mas eu infelizmente não tive. Conheci meus piores lados com tanto tocos. Acredito que uma das partes mais dificeis de se morar em outro país é se acostumar com a cultura local nesse sentido. Mesmo que você pense "eu mudar minha forma de ser por causa dos outros?" NUNCA hahaaha desculpa, mas voce vai acabar percebendo que a abordagem com um brasileiro nao é  a mesma de com um argentino. Somos muito afetivos, gostamos de mandar mensagens, receber, se estamos interessados até fazemos um pouco de joguinhos, mas aqui é assim...se voce mandar mensagem...está apaixonada. Se nao mandar, esta desinteressada e por ai vai (é a minha opiniao).
  9. Quando acontece qualquer problema voce estará sozinho: é difícil lembrar os nomes dos lugares que podem te ajudar, voce não sabe o número da emergência, da polícia, de quem pode te dar uma mão quando algo ruim acontecer, tudo isso você aprende com o tempo e vai por mim...no desespero, você não vai se lembrar bem.
  10. Fazer um exame médico difícil e não ter ninguém para me acompanhar: Mesmo tendo amigos, nada se compara com a família. Não é fácil, quando tive que fazer um exame complexo quis chorar quando sai da clínica, aquilo me pareceu tão horrível, estar sozinha.
  11. Fazer amizades e acreditar nas pessoas erradas: quando se está sozinho em outro lugar a tendência é acreditar mais nas pessoas que se aproximam, afinal, você esta em um lugar diferente e vai pensar que as pessoas vão se solidarizar com você, mas nem sempre é assim. Eu tive uma amiga aqui logo quando cheguei e ela me ofereceu para dividir um apê com ela. Quando chegou na hora de assinar o contrato, ela simplesmente falou que eu deveria fazer como qualquer outro estrangeiro. Conseguir com o meu próprio esforço e ela deu pra trás. Acabei tendo que arrumar um apartamento em tempo recorde para nao ficar sem casa.
  12. Passar 2 meses sem gás: sim meus bens, também já fiquei sem gás em casa. O dono me empestou um fogao eletrico e o chuveiro por sorte era eletrico também, mas era bem complicado cozinhar em uma única boca de fogão e em uma lentidão sem tamanho. Ele arrumou essas possibilidades para que eu nao ficasse na mão, porém foram 2 meses complicados.


Gente, essas foram as que lembrei, mas é bem provável que eu me lembre de outras tantas.
Na hora que acontecem certas coisas, nao entendemos bem o porque...mas acredite em mim. Só vai te fortalecer cada problema.
E um dia escreverei sobre as melhores coisas que me aconteceram morando aqui, até porque não faltaram momentos felizes.

Beijos Beijos

8 comentários:

  1. Nossa! você passou por maus bocados em? Mas acredito que tudo no final seja somente para fortalecer, imagino o quanto deve ser difícil se adaptar a uma nova cultura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, nao é fácil, mas no final me vejo muito mais forte e preparada para outras coisas que antes eu nao estava.

      Excluir
  2. Nossa o da barata e o da aranha foram pesadas hein. Eu não tenho medo de barata, mas uma infestação eu ia ficar louca. Aranha, como é das grandes, eu ia me “borrar” inteira.
    Morar em outro país sempre tem seus pontos negativos. Ser furtada desse ser tão triste, é horrível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aii menina, é complicado!! Nao é fácil, mas depois ficamos preparadas para qualquer coisa hahhaa

      Excluir
  3. Nossa passou por poucas e boas em? O de pedir a comida sem ler foi o que pode ser considerado não tão ruim se for comparado aos outros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O da comida foi o mais leve hahaahaa só fiquei chateada, porque eu nao tinha muito dinheiro e gastei em algo que nao era bom hahhahaa, faz parte ahhahhah

      Excluir
  4. Meu Deus quanta coisa mas fala sério isso te fez crescer como pessoa e ser humano demais, realmente as pessoas pensam que morar fora é fácil e a unica dificuldade é a lingua mas não ainda bem que você abordou este tema.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aii menina, é super difícil...sao tantas adaptacoes, mas só de lembrar como eu era e como estou agora...agradeco por tudo que nao aconteceu como eu gostaria heehe

      Excluir

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *