Bianca Bracho: 2º dia da Grande Aventura -->

2º dia da Grande Aventura

O dia começou ás 7h20, organizamos tudo. 
A Débora foi buscar o carro e eu comecei a baixar as coisas para fazer o check out. Resolvi os últimos detalhes...enquanto esperava a Dé chegar. 
Colocamos todas as coisas no carro e saímos para viajar. Erramos as entradas algumas vezes e finalmente conseguimos encontrar a entrada para a estrada.

A viagem correu muito bem, percorremos 570 km até Chui, fizemos algumas paradas no caminho, para irmos ao banheiro, comprar algo para comer e para o Pupi fazer as necessidades. Além de cantar músicas que gostamos, lembrar se a música tinha coreografia e tudo mais...Estar com a minha irmã foi incrivelmente bom, além de me sentir apoiada por ela e ver que não estou completamente sozinha na realização do meu sonho. 

A paisagem era incrivelmente linda, pura natureza...uma paz que dinheiro algum poderia proporcionar.

Vimos também alguns animais mortos pelo caminho o que me assustou um pouco, porque a Dé voltaria sozinha. E não havia também postes com luz em uma parte da estrada. 
Vi pela primeira vez como é produzida a energia eólica, por quase metade do caminho e achei tudo muito interessante. Uma viagem te proporciona coisas incríveis e temos que apreciar tudo, as coisas maravilhosas que você pode encontrar no caminho e o que você talvez não queira ver mais. 

O Pupi reagiu maravilhosamente bem durante todo o trajeto, fiquei muito orgulhosa, porque se para nós o percurso é cansativo, imagina para ele?

A viagem correu super bem, ela me deixou em uma cabana que fica em Barra do Chui, o lugar não era dos mais bonitos e provavelmente eu não volte ao lugar que fiquei hospedada rsrsrs. Ela me deixou e nos despedimos. Foi muito triste me despedir e fiquei muito preocupada, por ela ter que voltar sozinha e ter que dirigir por mais 570 km.
obs: Barra do Chuí é uma cidade sem qualquer infraestrutura, com uma praia perto.

Chegamos na cabana, coloquei minhas coisas dentro e sai para caminhar com o Pupi, foi a primeira vez depois de alguns meses que senti medo, senti que era muita loucura estar ali e tudo que fiz as pessoas que amo fazerem por mim. 

A cabana era no meio do nada, estava suja e cheia de bichos rsrsrs fiquei com medo e vi que o Pupi também não gostou nem um pouco daquele lugar rsrsrsr. Foi uma aventura, bichos, falta de luz, ter que comprar um chip da vivo porque era a única operadora que tinha algum sinal lá...


No final, meu amigo Federico, foi me ajudar. Saiu do trabalho e foi me buscar para me deixar em Montevideo. Foi incrível! 
Viajamos 400 km até Montevideo, fizemos paradas rápidas, vi muitos lugares lindos e pude conhecer mais um país. 

Meu amigo me deixou no Porto de Montevideo, onde peguei um barco rumo a Buenos Aires. Esse barco é maravilhoso, o nome dele é Buquebus. Ele é um pouco mais caro que os outros barcos que fazem o mesmo percurso, mas o atendimento e a qualidade realmente valem a pena!

Obs: Para levar o Pupi só precisei colocá-lo dentro da caixa novamente e despachar junto com a minha mala, infelizmente pelo tamanho dele não podia levá-lo ao meu lado, o que me deu mais segurança foi que vi outros cachorros e vi que mais pessoas fizeram o mesmo que eu. O site do Buquebus é https://www.buquebus.com/espanol/argentina o preço esta em pesos argentinos.

Chegamos em Buenos Aires no dia 14/11 ás 19h20, chegamos em casa com a ajuda de amigos e foi muito bom estar de volta!
Muitas coisas aconteceram e que ficarão marcadas para sempre!
Viajar por um objetivo é bom e se torna ainda melhor quando tudo dá certo, a batalha continua e não será fácil, o nosso conto de fadas somos nós que escrevemos!

Um beijo!







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *