Bianca Bracho: La soledad desespera -->

La soledad desespera

Sim, o post de hoje é sobre a solidão!
Solidão, ai a Solidão!
Para mim estar só, sempre foi um grande dilema. Sentir por um minuto que aqui estou completamente sozinha e que estou esquecida, perdida...Que ninguém nota a minha ausência. Ai como todas essas sensações são horríveis.
Muitas pessoas utilizam dos momentos sozinhos para criar algo novo, para aprender algo sobre si, para ter um segundo de privacidade possível. Para mim, isso sempre foi muito difícil, sempre fui a colher de festa, a que mesmo não estando afim...dizia sim para a amiga que queria sair, porque sair era melhor do que estar só.
Aqui em outro país, pude sentir tudo isso com uma intensidade muito maior. As pessoas que você conhece acabam se tornando em pouquíssimo tempo grandes amigos, as pessoas que você sente atração, são ainda mais atraentes. Um trabalho ruim é facilmente aceito, apenas para ocupar sua cabeça e poder estar perto de alguém diferente.
Os sorrisos se tornam mais memoráveis, a saudade de casa mais intensa e a garra de vencer e conseguir tudo que planejei é ainda mais forte. 
A solidão aparece sempre e tento passar por ela incluindo diversas atividades no meu dia.
Esse assunto gera diversas reflexões, muitas pessoas acham que falar sobre o assunto é complicado, mas porque ficar fingindo estar 100% do tempo feliz? quando na verdade 45% do tempo você realmente esta sendo feliz e os outros 55% sobrevivendo.
Acredito que a maior razão dela existir na minha vida é por uma busca incensante por amor. Esse amor que talvez nunca encontrei e preciso encontrar. 
E você ja se sentiu sozinho?

4 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Acompanhando desde o primeiro post seu, Sou Lêvy Soares e fui a Buenos Aires em dezembro/2015 para conhecer a cidade e resolvi sair do "conforto" para o desafio de algo novo. Retorno em Junho/2016 e tô gostando tanto do seu blog, parabéns !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Levy, que bom!
      Fico muito feliz em poder ajudar!
      Um abraço

      Excluir
  3. Acompanhando desde o primeiro post seu, Sou Lêvy Soares e fui a Buenos Aires em dezembro/2015 para conhecer a cidade e resolvi sair do "conforto" para o desafio de algo novo. Retorno em Junho/2016 e tô gostando tanto do seu blog, parabéns !

    ResponderExcluir

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *